Quixeramobim: Sem IDACE e Câmara em 2019, grupo do cirilista ficará ainda mais esfacelado

Região Central:  Ele já foi considerado como um dos políticos mais influentes da região, mas sua trajetória administrativa, acumulada pelo excesso de perseguição para com aqueles que não concordavam com o seu ‘código’ lhe rendeu adversários, além disso, surgiu em 2012 na cidade de Quixeramobim, um homem de coragem e determinação: O promotor de justiça Dr. Igor Pinheiro.

Dr. Igor mostrou e desarticulou esquemas antigos na Prefeitura Municipal de Quixeramobim, vinculada e patrocinada pelo dinheiro público nos veículos de comunicação. As operações Quixeramobim Limpo I e II revelou um Cirilo Pimenta com a cara dos políticos brasileiros. A justiça afastou Pimenta, ali, inicia o desmoronamento do ‘império cirilista’ que ‘reinava’ por 20 anos.

Com as redes sociais, os milhares de dinheiro públicos jogados nas ondas dos rádios de Quixeramobim não foram suficientes para abafar a corrupção.

Em 2015, o grupo de Cirilo estava esfacelado, mas ele se sentia o dono da cidade e acreditava que mandava e desmandava nos votos das pessoas que tinham cargos de comissionados. Nessa luta, Clébio Pavone resolveu seguir as lições do ‘reinado’ e desafiou o ‘imperador’ para uma batalha nas urnas.

Em 2016, o grupo cirilista queria Edmilson Jr. como candidato para manter a hegemonia política, mas Cirilo não pensou duas vezes e cavou a sua própria cova. Massacrado e humilhado nas urnas pela população, ainda teve a audácia de ir as suas rádios amigas para comunicar o seu fim de carreira política.

Todos pensavam que Cirilo se colocaria no seu lugar, o de derrotado, mas não, ele aparentemente não consegue acreditar que foi surrado pela população, chegou a pedir para que os vereadores retirassem o mandato do prefeito eleito democraticamente. Ali, se comprova o maior ato de desespero.

Cirilo Pimenta conseguiu uma ‘boquinha’ no governo Camilo Santana, assumindo um cargo no segundo e escalão, no Instituto do Desenvolvimento Agrário do Ceará (Idace), o que deu uma aliviada nos seus apadrinhados. Sonhou em 2018 ser secretário estadual de agricultura, mas o deputado Guimarães lhe retirou esse gostinho.

Se o passado foi de glória, o futuro é de total incerteza para quem já reinou, mas agora está sem poder e prestigio. Precisa da ‘sombra’ de Osmar Baquit para continuar com alguns seguidores que ainda restam. Todavia, o próximo governo de Camilo Santana está abarrotado de partidos e o “pão” precisa ser dividido para os influentes.

Já é quase certeza, que Cirilo não assume cargo no próximo governo de Camilo Santana e ele deverá ganhar uma simples assessoria de Osmar Baquit, a Assembleia Legislativa.

A situação do grupo deve se esfacelar ainda mais com a saída de François Saldanha do cargo de presidente da Câmara Municipal de Quixeramobim, lá, 60 ativistas de Cirilo estão empregados. A situação é dramática.

Cirilo deveria entender que a população já lhe aposentou em 2016.