MEC autoriza cursos de Medicina para Iguatu, Quixadá, Crateús, Itapipoca e Russas, segundo presidente do Senado

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, anunciou em Plenário, nesta quarta-feira (2) que o Ministério da Educação autorizou a abertura de cinco novas faculdades de Medicina no estado do Ceará. As faculdades deverão funcionar nas cidades de Iguatu, Quixadá, Crateús, Itapipoca e Russas.

Eunício afirmou que a liberação dos cursos foi uma grande vitória para o estado, que “depende tanto da educação para sobreviver”.

– Essa luta não é de hoje, é de bastante tempo. Nós conseguimos finalmente sair com mais uma vitória para o povo sofrido daquele pequeno estado, distante e seco, mas de um povo extremamente esperançoso – comemorou.

Eunício lembrou que o Ceará esperou 150 anos pela transposição do Rio São Francisco e 28 anos para que o Açude Lago de Fronteiras fosse liberado. Da mesma forma, a luta pelas faculdades é de mais de dez anos. Ele aproveitou para agradecer à bancada parlamentar do Ceará pela participação ativa na briga pela autorização das faculdades.

– Eu quero dividir com a bancada do Ceará, com os deputados Moses, Vitor Valim e com tantos outros parlamentares que nos ajudaram nessa caminhada para que pudéssemos chegar até aqui e pudéssemos dizer para o povo do meu querido estado do Ceará, que nós vamos ter em funcionamento mais cinco faculdades de Medicina – declarou.

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) também comemorou o anúncio. Lembrando que é cearense honorário por um título recebido da Assembleia Legislativa do Estado, ele destacou a importância das novas faculdades para as cidades beneficiadas.

Já o senador José Serra (PSDB-SP) se colocou à disposição para contribuir com o preparo e organização das faculdades. Ele afirmou que é sempre “estimulante e relevante” a associação dessas novas instituições com faculdades já existentes – como faculdades católicas, privadas ou mesmo públicas de São Paulo.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)