Maldade: Grupo da oposição ao prefeito de Quixeramobim articula invasão a casas populares

A oposição que perdeu as Eleições em Quixeramobim continua articulando maldades, dessa vez chegou a articular uma invasão a casas do projeto “Minha Casa Minha Vida” do Governo Federal. O ato pode prejudicar o andamento das obras.

Segundo a Polícia Militar, várias pessoas invadiram as casas de um conjunto habitacional, pertencentes ao projeto “Minha Casa Minha Vida” do Governo Federal, que estão sendo construídas no bairro Salviano Carlos, próximo ao “Mutirão da Pompeia”. Equipes da Polícia Militar  tentaram dialogar com os presentes no intuito de identificar o líder do movimento. A tentativa restou infrutífera.

O policial obteve como resposta apenas que não havia um líder, e que “aquelas pessoas estavam ali para garantir uma casa, posto que haviam tomado as casas que seriam delas no outro conjunto habitacional, também invadido, há poucos dias, situado no planalto sabonete. O representante da empresa responsável pela construção das casas informou haverem 412 residências construídas e que a obra ainda estava inacabada, restando 2 meses para findar.

O responsável pelas obras e os policiais tentaram por diversas vezes, na tentativa de evitar que se apoderassem das casas, no entanto, postaram-se irredutíveis e insusceptíveis ao diálogo e acabaram por descumprirem a orientação das autoridades ali presentes, arrombaram um dos portões e tomaram posse das casas, cerca de 300 pessoas, (idosos, jovens e crianças).

Diante da situação, por não ter de armamento e equipamento adequados para conter distúrbio civil, bem como efetivo encontra-se bastante reduzido, foi dada a ordem para que os policias recuassem, dada a impossibilidade de intervenção sem colocar em risco a vida das pessoas que integravam aquele grupo de invasores.