Justiça acolhe denúncia do MPCE contra agente penitenciário por corrupção

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), através do Núcleo de Investigação Criminal (NUINC), apresentou denúncia à Justiça em desfavor do servidor público e agente penitenciário Fabrício Santos Pereira pela prática de corrupção passiva qualificada (artigo 317, § 1º c/c art. 71 do Código Penal Brasileiro). A denúncia foi recebida no dia 18 de maio pelo Juízo da 4a Vara Criminal da Comarca de Fortaleza.

A ação é decorrente da “Operação Correria” deflagrada no dia 8 de maio, com o apoio da Delegacia de Assuntos Internos (DAI), e que cumpriu mandados de busca, apreensão e prisão preventiva do agente penitenciário e de Francisco Jonh da Silva Barros, Wladiane Freitas da Silva e Tássia Lima de Oliveira, os três sendo suspeitos dos crimes de corrupção ativa e as duas últimas por corrupção passiva qualificada (artigo 317, § 1º c/c artigos 29 e 30, e 333, caput, do CPB).