Camilo Santana anuncia 70 leitos de UTI no Sertão Central para tratamento de Covid-19

Hospital Regional do Sertão Central (HRSC) deverá ter 40 novos leitos de UTI, conforme anunciou Camilo (Foto: arquivo RC)

Região Central: O governador Camilo Santana anunciou que a região do Sertão Central deverá ganhar 70 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Os novos leitos serão instalados em hospitais das principais cidades da região, para servir no tratamento de pessoas durante a pandemia da Covid-19.

Serão contempladas as cidades de Quixeramobim, Quixadá e Canindé. Só para Quixeramobim serão 50 leitos, sendo 40 novos para o Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), a unidade de referência no tratamento de pacientes dessa região durante a pandemia, e outros dez no Hospital Regional Dr. Pontes Neto.

Canindé deverá ser assistido com dez leitos e Quixadá também teve garantido dez leitos. Os equipamentos em Quixadá deverão ser instalados no Hospital e Maternidade Jesus, Maria e José (HMJMJ). Cerca de um mês atrás, o anúncio da instalação dos leitos, já havia sido anunciado pela Prefeitura de Quixadá.

Todos os 70 novos leitos para tratamento da Covid-19 na região foram anunciados pelo governador Camilo Santana durante uma live com o secretário de saúde do Ceará, Dr. Cabeto, em visita a nova unidade de terapia intensiva que está sendo construída no Hospital Estadual Leonardo Da Vinci.

Além dos novos equipamentos para a instalação de leitos no Sertão Central, Camilo também garantiu a chegada de leitos nas cidades de Crateús, Juazeiro do Norte, Sobral, Itapipoca, Tianguá, Tauá, Limoeiro do Norte, Caucaia, São Gonçalo do Amarante e Maracanaú. Nas redes sociais o governador destacou o compromisso com o combate à Covid-19 e detalhou que sua meta é de chegar a 1.074 leitos até o fim de março.

“Temos feito todos os esforços possíveis para acolher e proteger os cearenses, mas reforço que a abertura de leitos tem um limite. Por isso, é preciso frear esse aumento considerável de casos e a prevenção é a única forma disso acontecer. Evite aglomerações e só saia de casa usando máscara”.