Atestado médico falso: Popular pede cassação do mandato de vereador de Madalena por quebra de decoro

Vereador de Madalena João Paulo Ribeiro pode perder o mandato (foto: divulgação)

Região Central: A Câmara Municipal de Madalena recebeu o protocolo de pedido de cassação de mandato de vereador por quebra de decoro. O denunciado teria apresentado atestado falso.

Segundo a denunciante, o vereador João Paulo Ribeiro da Rocha havia praticou ato incompatível com a dignidade e decoro parlamentar. Ela fez a denúncia embasada em fatos e documentos.

De acordo com o documento protocolado pela Sra. Márcia Maria Rodrigues da Silva, nesta quarta-feira (6), na secretaria da Câmara Municipal de Madalena, o vereador fez uso de atestado médico falso, com timbre do Hospital e Maternidade Mãe Totonha e da Secretaria de Saúde de Madalena. O objetivo foi justificar sua ausência (falta) à sessão ordinária da Câmara Municipal de Madalena realizada no dia 13/12/2018.

Curiosamente, na mesma data e também no dia seguinte o vereador estava presente no estádio Castelão no campeonato intermunicipal realizado pela LIDEP, onde a seleção feminina de Madalena foi campeã.

Em uma rápida pesquisa na internet, é possível ver fotos do vereador João da Pipa, como é conhecido, no referido estádio ao lado da seleção feminina de futebol no dia 13/12/2018 onde as atletas usavam uniforme preto e no dia 14/12/2018, quando elas usavam uniforme na cor branca.

Segundo a denunciante, o que causou estranheza foi o fato do vereador Chiquinho da Macaoca ter citado o vereador João da Pipa na sessão do dia 13/12/2018, afirmando que o mesmo se encontrava “em Fortaleza nos seus devidos trabalhos”.

Ocorre que, no dia 19/12/2018 o vereador João da Pipa apresentou a secretaria da Câmara Municipal um atestado médico, datado do dia 13/12/2018 assinado pelo médico Keller Fonseca Costa, primo da prefeita Municipal de Madalena, Sonia Costa. Porém, segundo livro de ocorrências do Hospital e Maternidade Mãe Totonha, o médico plantonista naquela data não era o referido médico e sim o Dr. Francimar.

Na denúncia protocolada na Câmara Municipal de Madalena pela Sra. Márcia Maria Rodrigues da Silva consta diversas provas como fotos, cópia do referido atestado médico, cópia do livro de ocorrências do Hospital, bem como as fichas de atendimentos e demais evidências.

A denunciante afirma ainda, que o próximo passo é levar a denúncia ao Ministério Público para a adoção das medidas judiciais cabíveis, apurando-se se ouve crime por parte do vereador João Paulo Ribeiro da Rocha e os demais envolvidos (caso existam), para que sejam aplicadas as sanções cabíveis aos responsáveis

Com informações do site MadaNews.