Alerta: Açude Pompeu Sobrinho, no município de Choró corre risco de romper, segundo relatório da ANA

choro_acude_secoCom a chegada do inverno em 2019, período compreendido entre fevereiro e maio, uma preocupação surge sobre as estruturas de açudes no estado do Ceará. Apesar de o período invernoso apresentar boas impressões, este é um ponto a ser considerado.

De acordo com um relatório da Agência Nacional das Águas (ANA), oito açudes apresentam alto risco em sua estrutura física, sendo eles: Ayres de Souza, em Sobral; Forquilha; Frios, em Umirim; Lima Campos, em Icó; Paulo Sarasate, em Varjota; Roberto Costa-Trussu, em Iguatu; Várzea do Boi, em Tauá; e Pompeo Sobrinho, em Choró.

O açude do município de Choró, que teve sua construção finalizada no ano de 1934, sobre o leito do Rio Choró tem capacidade para aproximadamente 143.000.000m³ de água, e passa tanto por uma crise hídrica, como também em sua estrutura, de acordo com o relatório apontado pela ANA.

Na região do Sertão Central, outros açudes apresentam risco médio em suas estruturas, os reservatórios de Ibaretama, Quixeramobim e Morada Nova, são apontados neste quesito.