Reajuste da gasolina passa a valer a partir deste sábado (18); preço na bomba deve chegar a R$ 8,15

Reajuste foi anunciado na última sexta-feira (17) e os valores nas bombas podem variar (Foto: divulgação)

O litro da gasolina ficou R$ 0,20 mais caro a partir deste sábado (18). O reajuste foi anunciado pela Petrobrás nesta sexta-feira (17). Com isso, o preço do combustível vendido para as distribuidoras passou de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro, um aumento de 5,18%.

Já o litro do diesel comercializado nas refinarias passou de R$ 4,91 para R$ 5,61, um aumento de R$ 0,70, ou 14,26%. Na prática o reajuste das refinarias cobrado pela venda do diesel, vai tornar o óleo mais caro do que a gasolina.

O preço final da gasolina, cobrado do consumidor, inclui ainda impostos, a mistura obrigatória de etanol anidro e as margens das distribuidoras e dos postos de gasolina. Segundo a Petrobras, a parcela da empresa no preço final ao consumidor passou de R$ 2,81 para R$ 2,96 por litro.

Com a mudança nos valores para as revendedoras, o valor cobrado pelo litro dos combustíveis na bomba, sofrerá alta. O sindicato do setor estima que o litro da gasolina fique, em média, em torno de R$ 8,15 a R$ 8,20, mas esses valores podem variar para mais ou para menos em cada município.

Na prática, no entanto, esse valor cobrado ao consumidor só deve ocorrer quando os estoques atuais de gasolina nos postos se esgotarem, e os revendedores comprarem uma nova remessa de combustível. Mas em Quixadá, em um dos últimos reajustes, a mudança de preço aconteceu horas depois de ser anunciado pela Petrobrás.

Assim como acontece com a gasolina, o preço final do diesel, cobrado do consumidor, inclui impostos, margens de distribuidoras e postos de combustíveis e a adição obrigatória de biodiesel. Segundo a empresa, a parcela da Petrobras no preço cobrado ao consumidor passará de R$ 4,42 para R$ 5,05 a cada litro vendido na bomba.

Com informações da Agência Brasil