Homem vai cobrar dívida, não recebe pagamento e atropela cadela da devedora de propósito no Ceará

Cadela foi atropelada propositalmente após dona não pagar dívida que devia ao suspeito do crime, no Ceará. — Foto: Divulgação

Uma cadela foi atropelada propositalmente na manhã desta quinta-feira (29) na cidade de Assaré, no interior do Ceará, após a dona do animal não pagar uma dívida que devia ao homem que atropelou o animal. O suspeito foi preso em flagrante e confessou o crime. A Polícia Civil está em contato com a tutora do animal para acompanhar o estado de saúde da cadela.

Segundo a polícia, o suspeito, um homem de 23 anos, foi preso após a dona da cadela denunciar o crime. Jonatas Gonçalves Mota atropelou a cachorra depois que foi cobrar uma dívida de uma venda de cesta básica tutora do animal, no distrito de Canto Alegre, conforme a Secretaria da Segurança Pública.

Depois de cobrar e não receber a quantia em dinheiro, o suspeito cometeu o crime. Jonatas Gonçalves foi preso na cidade de Antonina do Norte, e foi autuado em flagrante por crime ambiental.

A cadela está ferida na casa da tutora e vai ser submetida à avaliação de um veterinário.

Crime de maus-tratos
Em setembro do ano passado, o Senado aprovou, em votação simbólica, um projeto que estabelece pena de dois a cinco anos de reclusão para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar cão ou gato.

O texto também prevê multa e proibição da guarda para quem praticar crimes desse tipo contra os animais. A proposta, de autoria do deputado Fred Costa (Patriota-MG), já foi aprovada pela Câmara.

Com informações do G1