Preocupante: Ceará registra três primeiros casos confirmados da nova variante do coronavírus

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) confirmou nesta segunda-feira (8) que o Estado registrou os três primeiros casos confirmados da nova variante do coronavírus. A nova cepa da Covid-19 vem de Manaus, capital do Amazonas, e é considerada por especialistas como mais contagiosa. Ainda há outros 90 casos suspeitos sob análise.

Dos três pacientes contaminados com a nova variante do coronavírus, dois são relacionados a viajantes. Porém, terceiro caso refere-se a contactante (pessoa residente no Ceará), provavelmente já característico de transmissão comunitária em nosso Estado. Os três pacientes com confirmação do novo vírus são homens, com mais de 60 anos, internados em hospitais particulares de Fortaleza. Contudo, não há cronologia nas análises realizadas. Portanto, não necessariamente os três pacientes confirmados com a variante foram os primeiros a se contaminar em todo o Estado. Entre os 90 suspeitos, 68,8% são viajantes e 31,2%, contactantes.

As análises foram realizadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Ceará e no Amazonas por meio de sequenciamento total. A Secretaria de Saúde explica que o monitoramento das novas variantes visam compreender as implicações das mutações nas propriedades do vírus e seu potencial impacto no incremento da transmissão de Covid-19, aumento das taxas de reinfecção e impacto na efetividade das intervenções, incluindo vacinas.

Variante pelo Brasil

Além do Ceará, novas variantes foram detectadas em outros Estados do país como Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Roraima, Pará e Sergipe. Por isso, a recomendação de quem volta desses locais é realizar uma quarentena de 14 dias após o dia da chegada.

Com informações do Cn7