Prefeitos de quatro cidades do Sertão Central tentaram reeleição mas não conseguiram

O prefeito de Quixeramobom, Clébio Pavone, também não se reelegeu.

Região Central: A apuração total das urnas com os números de votos da eleição no último domingo (15) mostrou que prefeitos de quatro cidades do Sertão Central que tentavam reeleição, não tiveram votos suficientes e terminaram fora da política. O levantmento foi feito pelo Portal Revista Central com base nos números divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no painel de apuração das candidaturas.

O curioso fato ocorreu nas seguintes cidades: Boa Viagem, Deputado Irapuan Pinheiro, Quixadá e Quixeramobim, essas duas últimas, são também as maiores cidades da região Centro do estado. Em todas elas, os prefeitos que já ocupam os cargos, buscaram se reeleger mas a votação não foi tão expressiva, forçando os gestores a abandonarem a cadeira do executivo municipal no fim deste ano.

Um dos fatos de maior repercussão e de mais destaque na mídia foi em Quixadá. O icônico político petista Ilário Marques, acabou não levando a maioria suficiente e perdeu a disputa para o médico Ricardo Silveira. Em Boa Viagem, a prefeita Aline Vieira bem que tentou, mas terminou sua votação com uma diferença de votos em termos percentuais 24% menor do que o candidato vencedor.

Gestores de grandes cidades do Ceará também sentiram o amargor que é perder uma disputa política. Fora do Sertão Central o caso de maior destaque e repercussão está sendo o do prefeito Arnon Bezerra, liderança política em Juazeiro do Norte que nas eleições deste ano, foi derrotado.

De acordo com o jornal Diário do Nordeste, no total prefeitos de pelo menos 41 cidades que estavam candidatos buscando a reeleição, não conseguiram votações expressivas para que reconquistassem seus cargos.