Gravíssimo: Sobrinho do prefeito de Choró é acusado de ameaçar radialista por criticar tio

Marcolino_Borges_radialista_cho
Radialista Marcolino Borges (foto: arquivo RC)

O radialista Antônio Borges de Oliveira, 68 anos, âncora da FM Pioneira está trabalhando, mesmo após uma ameaça do sobrinho do prefeito do município de Choró. O caso foi registrado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá e deverá ser amplamente investigado pelo Delegado Dr. Marcos Vinicius, por tratar de um atentando a liberdade de imprensa e de expressão, ato repudiado pela população.

Conforme as informações, Marcolino Borges teria criticado o prefeito Marcondes Jucá na rádio Monólitos de Quixadá e também na FM Pioneira, a única emissora de Choró.  Após a participação do radialista, Mardônio Jucá, sobrinho do prefeito, teria ligado para o celular pessoal do comunicador para fazer a seguinte ameaça: “acabe com a mania de querer intimidar o prefeito… e se você continuar, eu vou lhe pegar”.

Destemido, o radialista registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil, principalmente para se resguardar e para que as autoridades fiquem sabendo de possível atentando contra a sua integridade.

Acrescenta as informações de que havia um plano contra o comunicador, inclusive arquitetado em reunião.

Marcolino Borges está desde 2000 na FM Pioneira, prestando relevante serviço à população de Choró. Ele apresenta um programa jornalístico na emissora, abrindo espaço para os ouvintes, que tem reclamado do descaso na cidade.

O caso, sem dúvida merece repudio e investigação da Polícia Civil, colocando em risco a liberdade de todos os jornalistas, radialistas, blogueiros etc. A população espera uma ação enérgica da polícia, que tão bem vem trabalhando em Quixadá e região.

Enquanto isso, o prefeito Marcondes Jucá prefere ficar em silêncio total e se quer uma nota emitiu sobre o caso do seu sobrinho. A população espera que o prefeito não aceite esse tipo de manifestação contra a liberdade de imprensa.

 

Tags: