Quixadá: Empresários sofrem atentado, um morre e outro baleado; na zona rural homem é também assassinado

armaaaaUm fim de semana violento no município de Quixadá, na região Central do Ceará, com registro de dois homicídios à bala. Um dos casos envolveu pessoas bastante conhecidas na terra dos Monólitos, um deles é o empresário identificado  como Raimundo Macélio Mesquita Nogueira –“Maninho das Pipas”, 42 anos.

Conforme as informações da polícia, um evento que ocorria no Parque de Vaquejada Neto Maia, o empresário conhecido por “Maninho das Pipas” foi morto quando bandidos armados invadiram o estabelecimento, todos usando máscaras, chegaram e atiraram no ouvido da vítima, sem qualquer chance de reação. “Maninho das Pipas” morreu no local ao sofrer mais quatro tiros

Na situação, o homem identificado como “Netão”, empresário do ramo de farmácia também foi alvejado com três tiros, sendo um na barriga, um na coxa, e outro no pé e encontra-se recebendo atendimento no Hospital Maternidade Jesus Maria José. O Filho de Netão foi abordado com uma pistola por equipes do Raio.

Os autores do crime foram dois indivíduos que transitavam provavelmente em um Celta, de cor prata, que tomaram rumo ignorado. A Arma apreendida pertence a Policia Civil do Estado do Para.

Outro crime foi na localidade de Pau D’arco, zona rural de Quixadá, Francisco Anderson Moreira Sousa, 20 anos, foi morto ao sofrer três perfurações, duas no tórax e uma na mão. A vitima respondia ao art. 129 do CPB.

Os corpos de “Maninho” e da vítima de  Pau D’arco foram levados ao Instituto Médico legal de Quixeramobim.