Ilário Marques(PT) é o novo prefeito do município de Quixadá

Ilario_marques_carreata_1109_positvo

Ilário Marques foi eleito prefeito de Quixadá nos anos de 1992, 2001, 2004 e 2016, a última tem o empresário João Paulo, como vice.

José Ilário Gonçalves Marques, do Partido dos Trabalhadores(PT) foi eleito como o novo prefeito do município de Quixadá. Esta é a quarta vez que o petista assumirá o Paço Municipal da terra dos Monólitos.

Com uma chapa composta de grandes lideranças políticas, a vitória era questão de tempo, assim como já apontavam todas as pesquisas registradas e internas. Ao lado do deputado estadual Osmar Baquit e Rachel Marques, grupos adversários se uniram em prol de um denominado projeto político para Quixadá.

Do outro lado, o médico Ricardo Silveira(PMDB), sem experiência política conseguiu ter ao seu lado o empresário José Nilson(vice), agora, derrotado por três vezes nas urnas, sendo duas para Ilário Marques 2004 e 2016.

De forma não expositiva, o grupo de João Hudson trabalhou nos bastidores, em prol de pemedebista, tendo vários ex-secretários e candidatos do lado do prefeito afastado no palanque. Esse fator pode ter prejudicado o crescimento do cardiologista.

A campanha de Ilário Marques foi identifica a de João Hudson em 2012, era visível que venceria. A adesão de eleitores só cresceu, quando na reta final estagnou, momento em que Ricardo subiu, mas o tempo foi insuficiente.

Resultados das Eleições em Quixadá 2016

Ilário Marques(PT) 25.469 – 56,94%
Dr. Ricardo Silveira(PMDB) 19.259 – 43,06
Diferença: 6.210 votos 

Apuração:100%

Abstenção: 10.256 (17,69%)
Comparececimento: 47.706 (82,31%)
Brancos: 755 9 1,58%)Nulos: 2.223 (4.66%)

Ilário Marques

Iniciou sua vida estudantil, em 1968, na Escola Pública José Jucá. Concluindo seus estudos secundários no Colégio Estadual Cel. Vírgilio Távora também em Quixadá, em 1976, mudou-se para Fortaleza para cursar Direito na Universidade Federal do Ceará. 

Engajou-se no movimento estudantil, sendo eleito presidente do Centro Acadêmico Clóvis Beviláqua da Universidade Federal do Ceará. Sua militância política teve continuidade com sua filiação no Partido dos Trabalhadores (PT) em 1982. Atuou junto a diversos sindicatos rurais. Como consequência de sua militância, foi eleito em 1986, com apenas 25 anos, deputado estadual. Em seu primeiro mandato, foi membro da mesa diretora da Assembleia e atuando na Constituinte Estadual. Neste período, também exerceu a presidência regional do PT. 

Em 1992, foi eleito prefeito municipal de Quixadá, em substituição às tradicionais famílias políticas da região. Em 1998, conquistou novo mandato no parlamento estadual, onde ocupou o cargo de terceiro secretário na mesa diretora e, novamente, retornou à chefia do Executivo quixadaense em 2001, sendo reeleito em 2004. 

Foi coordenador da campanha de Lula à presidência da república no Ceará. Durante viagem de helicóptero para realização campanha na região do Cariri sofreu acidente que o obrigou a pedir licença da prefeitura. Retorna ao cargo em 2007. 

Em dezembro de 2007 foi eleito para assumir a presidência regional do PT cearense para um mandato de dois anos. 

Em 2008, ilário Marques conseguiu fazer o seu sucessor, o médico Rômulo Carneiro, em 2011 os dois romperam as alianças. 

No ano de 2010, o petista conseguiu uma suplência para o cargo de deputado federal, assumindo alguns meses no ano seguinte. 

Em 2012, Ilário foi derrotado nas Eleições Municipais para João Hudson Bezerra Rodrigues(PRB). 

Em 2016, o político largou um passo de brigas, se aliando a Osmar Baquit, e juntos conseguiram vencer Ricardo Silveira.