Confirmado: Detento da Cadeia de Quixadá é diagnosticado com meningite bacteriana

Cadeia_Qxada_com_energia
Cadeia Pública (foto: arquiva RC)

É preocupante. Um detento da Cadeia Pública da cidade de Quixadá está com meningite bacteriana, o caso foi confirmado por exames do Hospital São José, é o que revela uma fonte segura do repórter Washington Luiz.

Pela manhã, agentes penitenciários socorreram um detento de 28 anos a Unidade de Pronto Atendimento-UPA de Quixadá, lá, o médico plantonista suspeito à doença, isolando toda a área e encaminhando o paciente ao hospital de referência na capital cearense.

O caso deixou detentos e seus familiares bastante preocupados, bem como os profissionais que trabalham na unidade, além de vizinhos, já que a Cadeia fica no centro urbano de Quixadá. Com a confirmação, outros detentos também podem está infectados.

 A meningite é uma doença grave, potencialmente fatal, que costuma ser causada por agentes infecciosos, tais como bactérias, vírus e fungos. A meningite meningocócica, que é um tipo de meningite bacteriana causada pela bactéria Neisseria mengitidis, é a forma mais temida, pois seu quadro pode ser rápido e devastador.

Espera-se que profissionais da Secretaria de Saúde do Estado providenciem imediatamente um isolamento e imunização de todos os que tiveram contatos com o preso, bem como os seus colegas de cela.