Maldade: Idosa suspeita de maus-tratos contra gatos é presa pela Polícia Civil em Canindé, assista o vídeo

Mulher arremessou filhotes de gato em uma rua de Canindé.

A Polícia Civil do Ceará uma idosa suspeita de cometer maus-tratos a filhotes de gatos. O fato ocorreu, na tarde desta quinta-feira (6), na cidade de Canindé. A mulher foi autuada em flagrante pelo crime de maus-tratos a animais.

Segundo a Polícia Civil, após tomar conhecimento sobre um vídeo em que uma mulher aparece arremessando filhotes de gatos em uma via pública da cidade, os policiais civis se deslocaram até o bairro São Mateus. No local, três animais ainda vivos foram localizados. Após diligências, a idosa de 66 anos foi presa.

Mesmo negando os fatos aos policiais, a mulher foi conduzida à Delegacia Regional de Canindé. Como dois dos cinco gatos morreram durante a ação da mulher, o crime se torna inafiançável. Diante disso, ela foi autuada em flagrante por crime ambiental. Já os outros animais foram resgatados por uma Organização Não Governamental (ONG) e encaminhados a uma clínica veterinária.

O artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998) considera crime praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. Uma alteração recente na Lei 9.605/1998, entrou em vigor, a partir de setembro do ano passado, e prevê o aumento na punição para quem maltrata cães e gatos. A pena para quem for condenado será de reclusão de dois a cinco anos, além de pagamento de multa e proibição da guarda.

<iframe src=”https://www.facebook.com/plugins/video.php?height=476&href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FRevistaCentral1%2Fvideos%2F469918467552029%2F&show_text=true&width=476″ width=”476″ height=”591″ style=”border:none;overflow:hidden” scrolling=”no” frameborder=”0″ allowfullscreen=”true” allow=”autoplay; clipboard-write; encrypted-media; picture-in-picture; web-share” allowFullScreen=”true”></iframe>