Quixadá: Motoristas e carroças invadem ciclofaixa e usam trecho como estacionamento no Centro

Carroça estacionada em ciclofaixa no Centro de Quixadá.

Umas das principais vias de Quixadá, a avenida Plácido Castelo, no Centro, recebeu recentemente sinalização e os primeiros quilômetros de ciclofaixa da região central da cidade. A obra, aguardada com anseio pelos ciclistas, finalmente começou a contemplar quem anda de bicicleta para ir ao trabalho ou até mesmo passear, mas o desrespeito de motoristas tem causado transtornos ao trânsito.

Os flagrantes são vários em menos de uma semana desde que as ciclofaixas foram liberadas. Indignados, ciclistas repudiam a ação de motoristas que estacionam seus veículos no lugar que deveria estar livre para a passagem de ciclistas. Nesta semana, um responsável por uma carroça amarrou o animal com uma corda em um poste, deixando o transporte justamente onde está demarcada a ciclofaixa.

“É lamentável a conduta dos motoristas que estacionam nas ciclofaixas. A gente precisa avançar em conscientização no trânsito”, lamenta uma moradora. Nas redes sociais, populares demonstram repúdio ao desrespeito e pedem por mais fiscalização.

Estacionar em ciclovia ou ciclofaixa é considerado infração grave, com multa de R$ 195,23, como determina o código de trânsito brasileiro, que considera como parada do veículo, a imobilização do veículo com a finalidade e pelo tempo estritamente necessário para efetuar embarque ou desembarque de passageiros.