Com carrinho quebrado, cirurgias são canceladas em hospital de Quixeramobim e gestantes ficam desesperadas

Carrinho das cirurgias quebrou e o hospital não tem outro (foto: rede social)

Região Central: Uma grave denúncia deixou a população de Quixeramobim bastante preocupava por estar relacionada ao Hospital Dr. Pontes Neto, o assunto foi levado as redes sociais pelo radialista Wagner Oliveira na noite deste sábado (11). Atual gestão já mudou três vezes de secretário de saúde. 

“No Hospital Dr. Pontes Neto deixaram quebrar o carrinho das cirurgias, para fazer cirurgias eletivas tem que ser ou no regional ou em Quixadá é o desmantelo na saúde de Quixeramobim.” Diz o comunicador afirmando

Neste sábado tinham cinco mulheres gestantes esperando o parto, mas não foi possivel em razão do carrinho das cirurgias está quebrada. Eles foram colocados na Central de Regulação esperando vagas nos hospitais da região, causando desespero e sofrimento em razão da espera.

“É uma denúncia muito grave que revela o caos que estamos vivenciando na saúde”, acrescenta e classifica como desmantelo. As cirurgias eletivas foram suspensas.

Unidades Básicas sem profissionais

Wagner acrescenta que das 20 unidades básicas de saúde, apenas cinco tem odontólogos atendendo e médicos faltando em quase todas.

Em uma live, Cirilo Pimenta disse que medicamento em Quixeramobim tem chegado de carrada e muitas vezes tem até seis médicos.  E ainda ampliou o Hospital Pontes Neto sem dá detalhes dessa obra.

A situação da saúde de Quixeramobim tem sido assunto na cidade, para se ter ideia já são três secretários municipais em apenas 100 dias de gestão, atualmente Raul de Santa Helena Matias Dinelly.