Urnas substituídas e eleitores continuam com dificuldade de votar na urna eletrônica em Quixadá

votacao_quixada2014

Em Quixadá algumas urnas foram substituídas em virtude problemas, uma delas foi na Escola Renato Carneiro, no distrito de Juatama.

O eleitorado do município de Quixadá, no Sertão Central cearense, não se mostrou muito empolgado no dia da votação para escolher os seus representantes dos Poderes Executivo e Legislativo. O índice de abstenção deve ficar acima de 35%.

Durante o período da manhã deste domingo, votacao_quixada2014_105, as filas dos locais de votação estavam com poucas pessoas. No Balneário Cedro Clube e no Colégio Padre Vicente foram os locais com maior movimentação, com aproximadamente 10 a 20 minutos de espera. Muitos eleitores ainda têm dificuldade de fazer o uso da urna eletrônica, como é o caso do agricultor Célio Lima, 60 anos. Ele passou cerca de três a cinco minutos e ao sair, pediu para que nas próximas eleições tenham urnas para treinamentos, “a gente que já é idoso sente dificuldade, principalmente porque são muitos números”. A aposentada Bernadete Barros, 68 anos, votou no Colégio César Cals e também sentiu dificuldades.

votacao_quixada2014_2

{module [270]}

Em Quixadá algumas urnas foram substituídas em virtude votacao_quixada2014_3de problemas, uma delas foi na Escola Renato Carneiro, no distrito de Juatama.  Os representantes do Cartório Eleitoral da 6ª Zona classificam como tranquilo o pleito eleitoral  no município, mesmo com registro de dois casos de boca de urnas.