Toneladas de peixes mortos são retiradas do açude Castanhão, no Ceará

Funcionários da Prefeitura passaram todo o dia de sábado trabalhando na remoção dos peixes para não contaminar o açude — Foto: Reprodução

Cerca de 100 toneladas de peixes mortos foram retirados do açude Castanhão, na manhã deste sábado (9), em Jaguaribara, no Ceará. Desde a última quinta-feira (7), os peixes são vistos no local.

Segundo a prefeitura, os produtores das regiões do Curupati, Jaburu e proximidades do escritório do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), perderam toda a produção de tilápia.

As causas das mortes estão sendo investigadas, mas a principal suspeita é de que elas tenham sido causadas pela diminuição do oxigênio da água do açude, que atualmente acumula menos de 4% de sua capacidade.

Durante todo o sábado, usando tratores e caçambas, funcionários da prefeitura trabalharam na retirada dos peixes da água para evitar a contaminação.

Em nota, a prefeitura informou que através das das Secretarias de Aquicultura e Pesca e Infraestrutura dará todo o suporte necessário aos piscicultores da região.

Conteúdo: G1 CE