TJCE deixa Comarca de Quixadá com apenas um juiz titular e ainda aumenta demanda trazendo os processos de Choró e Banabuiú

forum_juiza_Ana_Claudia
Juíza Ana Cláudia Gomes de Melo era titular da 2ª Vara de Quixadá (foto: arquivo RC)

Região Central: O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) aprovou, na reunião ordinária desta quinta-feira (28/06), a remoção de 17 juízes de comarcas do Interior, de Entrâncias Inicial e Intermediária. Com a decisão do colegiado é prejudicial para a Comarca de Quixadá que perde dois juízes titulares, da 2ª Vara e do Juizado Especial Civil Criminal. Há mais de um ano, a juíza titular da 3ª Vara encontra-se de licença médica, ocorrendo um rodizio de magistrados.

A sessão foi conduzida pelo desembargador Washington Luís Bezerra de Araújo, vice-presidente no exercício da Presidência do Tribunal de Justiça.

A juíza Dra. Ana Cláudia Gomes de Melo – da 2ª Vara de Quixadá assumirá a 2ª Vara de São Gonçalo do Amarante, enquanto o Dr. Francisco Gladyson Pontes Filho – do Juizado Especial Cível e Criminal de Quixadá e da Comarca Vinculada de Banabuiú foi escolhido para a 2ª Vara de Horizonte.

Na semana em que os processos das Comarcas Vinculadas de Banabuiú e Choró serão removidos para a Comarca de Quixadá, retirar um juiz é sem dúvida contribuir para agravar a morosidade. De titular mesmo, apenas o juiz Dr. Welithon Alves de Mesquita, da 1ª Vara.

ENTRÂNCIA INICIAL

– Silmar Lima Carvalho – de Jijoca de Jericoacoara, para Vara Única de Fortim;
– Maurício Hoette – de Porteiras, para Vara Única do Barro;
– Julianne Bezerra de Barros – de Barreira, para Vara Única de Pindoretama;
– Lucas Medeiros de Lima – de Caririaçu, para Vara Única de Chorozinho;
– Bernardo Raposo Vidal – de Forquilha, para Redenção;
– Juliana Sampaio de Araújo – de Acarape, para Guaiúba.

ENTRÂNCIA INTERMEDIÁRIA

– Renata Santos Nadyer Barbosa – da 3ª Vara de Itapipoca, para titular do Juizado Especial Cível e Criminal da mesma Comarca;
– Saulo Gonçalves Santos – da 1ª Vara de Camocim, para 2ª Vara de Acaraú;
– Ana Cláudia Gomes de Melo – da 2ª Vara de Quixadá, para 2ª Vara de São Gonçalo do Amarante;
– Welton José da Silva Favacho – de Massapê, para 2ª Vara de Beberibe;
– Ticiane Silveira Melo – da 1ª Vara de Granja, para 2ª Vara de Viçosa do Ceará;
– Francisco Gladyson Pontes Filho – do Juizado Especial Cível e Criminal de Quixadá, para 2ª Vara de Horizonte;
– Danielle Estevam Albuquerque – da 2ª Vara de Itapajé, para 2ª Vara de Itaitinga;
– Ramon Aranha da Cruz – da 2ª Vara de Mombaça, para 2ª Vara de Icó;
– Álisson do Valle Simeão – do 2º Juizado Auxiliar da Zona Judiciária, com sede em Tianguá, para 2ª Vara de Trairi;
– Wildemberg Ferreira de Sousa – do Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) de Senador Pompeu, para 3ª Vara de Russas;
– Luis Eduardo Girão Mota, do 1º Juizado Auxiliar da 2ª Zona Judiciária, com sede em Iguatu, para 3ª Vara de Canindé;
– Maurício Fernandes Gomes – da 1ª Vara Cível de Sobral, para 35ª Vara Cível de Fortaleza.

NOVAS UNIDADES

A 2ª Vara de Acaraú, a 2ª Vara de São Gonçalo do Amarante, a 2ª Vara de Beberibe, 2ª Vara de Viçosa do Ceará, 2ª Vara de Horizonte, 2ª Vara de Itaitinga, 2ª Vara de Icó, 2ª Vara de Trairi, 3ª Vara de Russas e 3ª Vara de Canindé, todas de Entrância Intermediária, foram criadas recentemente pelo Tribunal de Justiça, conforme previsto na Lei nº 16.397, de 14 de novembro de 2017.