Sucateado: IML de Quixeramobim sem médico legista e com apenas um rabecão para atender 12 municípios

IML_viatura_faxadaRegião Central: O Instituto Médico Legal de Quixeramobim-IML passa por uma grave situação de sucateamento, falta de agentes e de veículos, o descaso é denunciado pelos próprios funcionários. A maioria dos colaboradores é cedido pela prefeitura.

O órgão que atende os de Banabuiú, Choró, Deputado Irapuã Pinheiro, Ibaretama, Ibicuitinga, Jaguaretama, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu e Solonópole está a cada dia sofrendo com a falta de estrutura. Durante esta terça-feira (27), não havia médico legista e apenas uma viatura do rabecão em Quixadá.

Em Quixadá, dois homicídios ocorreram e os corpos tiveram que ser levados a IML de Canindé, o que causou revolta aos familiares. No último crime, o corpo ficou há horas estendido no chão, até a chegada do rabecão, que estava em Solonópole.

O IML de Quixeramobim tem três viaturas do rabecão, mas apenas o veículo que fica em Quixadá está funcionando, os demais quebrados.

Na mesma situação, o Núcleo da Pefoce na Região Central tem apenas três peritos criminais para atender todos esses municípios. Devido o baixo efetivo, as pericias só ocorrem durante o horário comercial e aos fins de semana. Em muitos homicídios os corpos são retirados os procedimentos corretos.

Rabecao_IMl_Hospital