RC TV: mecânico cria ‘zoológico’ utilizando peças recicláveis de sua oficina em Quixadá

Augusto Bananeira criou com peças velhas um jacaré (foto: reprodução RC TV)

A RC TV encontrou na cidade de Quixadá um zoológico no meio de uma avenida, isso mesmo, um zoológico, mas você deve estar se perguntando vivem esses bichos soltos, no meio da rua? Vamos conferir conosco essa história da Terra dos Monólitos.

Lá tem uma cobra e até um animal que ainda não foi descoberto, tem o tucano, uma tartaruga, um elefante e também jacarés. Além de vários outros animais.

O fisioterapeuta Danilo Barbosa estava admirando os animais e disse: “eu moro aqui próximo e tem o nosso amigo que trabalha com essas obras de arte, ele aproveita a sua sucata e recicla e faz esses bichos. Então como vocês estão vendo são várias espécies diferentes”. O fisioterapeuta acha dessa ideia muito interessante, “o pessoal fica curioso em ver e tá respeitando também o material queria ter jogado no lixo e não estará contaminando a natureza”.

No meio da selva de escultura, o artista prático fez até um médico veterinário, possivelmente para cuidar da saúde de seu rebanho. Tem ainda o músico de metal. A exposição fica na Rua José de Alenca, Centro próximo a oficina Sérgio do Óleo.

O mecânico Augusto Nogueira Bezerra, 56 anos, conhecido na cidade pelos apelidos de “Augusto Bananeira” ou “Barão”, também artesão, é o mestre das criações artistas, que transforma material que seria utilizado para ir para lixo e transforma em belíssimas esculturas de arte. Ele faz suas artes há 15 anos, até vende algumas, inclusive o cantor Vicente Nery é um de seus clientes.

Ao perceber o sucesso do jacaré, o mecânico resolveu fazer o elefante, depois dinossauro, o pássaro tucano, girafa, cobra, mosquito da dengue, pica-pau, tartaruga e o mais complicado na opinião do artista foi o “músico de metal” que levou quase três meses.

Augusto Bananeira faz suas obras há 15 anos – repórter Lívia Gurgel (foto: reprodução RC TV)

Veja matéria de 2013: “Músico de metal”: Mecânico de Quixadá usa a criatividade para fazer arte de peças inutilizadas

“Tirava as peças dos carros usadas e para atender também a reciclagem, a gente começou fazer, já tinha outras obras”. Ele garante que faz qualquer obra, basta pedir. As pessoas ficam bastante curiosas com suas obras, sua próxima e que vai merecer cuidado será um Cristo, pois terá que ser perfeita.

Todo o material seria jogado no lixo, como corrente de motocicleta e outras objetos.

Assista a reportagem da RC TV – programa ao vivo toda terça-feira, às 19h