Quixeramobim: Grupo ligado ao ex-prefeito derrotado Cirilo tenta mais uma vez cassar mandato de Clébio Pavone

Região Central:  A oposição derrotada pela população de Quixeramobim já chegou ao auge de seu desespero total e sem controle. Um fracassado grupo ligado ao ex-prefeito Cirilo Pimenta, que foi banido nas urnas pela vontade esmagadora da população quer cassar o mandato do atual prefeito para voltar a prefeitura.

Nesta quarta-feira(29), o presidente da Câmara Municipal, François Saldanha, que fez graves acusações contra um promotor de justiça, deve colocar em pauta um pedido de cassação do mandato do prefeito Clébio Pavone. O pedido, mesmo sem fundamento, eivado de nulidades e já julgado pela Casa Legislativa deve ser reapreciado.

Conforme os bastidores, a oposição cirilista articula um pedido de afastamento do prefeito a cada três meses, a última foi em março. O objetivo é prejudicar o funcionamento das coisas públicas e assim beneficia os opositores.

O prefeito Pavone se diz tranquilo e confia nos homens sérios da Câmara, tendo ele sido eleito pela esmagadora vontade popular. Sete vereadores já garantiram que não serão golpistas e outros dois ainda não se manifestaram.

O pedido deve ser mais uma vez rejeitado na Câmara para o desespero de Cirilo Pimenta, que ainda não aceitou sua derrota e seu fracasso político.

Para se ter ideia da perseguição, um vereador quase perde seu mandato por fazer denúncia contra a esposa do presidente da Câmara.