Quixadá violento: Homem baleado terça-feira(03) não resiste e morre durante transferência

Região Central: Os números da violência na cidade de Quixadá preocupam os moradores, somente nas últimas horas uma pessoa foi executada a tiros e outras duas baleadas. O caso mais recente ocorreu na manhã desta terça-feira (03), dentro de uma unidade pública do município.

De acordo com as informações, Narcélio Luiz Caetano, de 73 anos, estava dentro do CRAS do bairro Campo Novo, quando homens armados invadiram a unidade e efetuaram vários disparos, os quais alguns o atingiram. A vítima foi socorrida por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) à Unidade de Pronto Atendimento – UPA.

Devido à situação grave, Narcélio Luiz teve recebeu atendimento na UPA e teve que ser transferido para um dos Hospitais de Fortaleza, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do IJF.

Investigações iniciais da Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá já trabalha em cima de um motivo, a qual um agente pediu que não fosse divulgada por medida de segurança.

Mês de julho violento

Na tarde desta segunda-feira (02), no cruzamento das Rua Adauto Lino com Francisco Alves, no bairro Campo Velho, o corretor Francisco Flávio Batista Maciel – conhecido como “João Bandeira” -, 40 anos, foi assassinado a tiros.

Nessa mesma ação, Luciano Monteiro da Silva, 43 anos, foi baleado e encontra-se interno no Hospital Maternidade Jesus Maria José de Quixadá após ser submetido a um processo cirúrgico. Ele sofreu três tiros.

Francisco Flávio Batista Maciel – conhecido como “João Bandeira” -, 40 anos, foi assassinado a tiros.