Quixadá: Mãe sai da cadeia e é assassinada com o filho que tinha tatuagem de palhaço

Equipes da Polícias Militar e Civil juntamente com a Pefoce fazeram os trabalhos iniciais (foto: RC)

Mãe e filho acusados de participação em tráfico de drogas no distrito de Uruquê, no município de Quixeramobim foram assassinados na madrugada desta quinta-feira, 21, em uma estrada carroçável de acesso a Fazenda Iracema, no distrito de Juatama, em Quixadá. A mulher saiu da cadeia no dia 04 de agosto.

As vítimas foram sequestradas em Uruquê, de lá os criminosos seguiram pela CE-060, destino a Quixadá, mas entraram para a BR-122, sentido Banabuiú. Quando chegaram na entrada da Fazenda Iracema, as vítimas foram executadas a queima-roupas.

Segundo a Perícia Forense, foram mortos Andréa Araújo da Silva, 36 anos, natural de Santos (SP) e André Araújo Inácio, 18, natural de Quixeramobim, alvejados com vários tiros na cabeça e demais parte do corpo. Ela saiu recentemente da Cadeia Pública de Quixadá, ele era acusado também de envolvimento com o crime, em seu corpo tinha uma tatuagem com a imagem de um palhaço, símbolo de matador de policial.

No local, ninguém soube passar detalhes, um caçador relator que ouviu disparos por volta das 2h da madrugada. A Perícia Forense analisou inicialmente mãe e filho foram alvejados com tiros de espingarda calibre 12 e pistola. As cabeças foram bastante lesionadas com os tiros.

Andréa Araújo da Silva estava com roupas íntimas, o que pode ainda suspeitar que ela foi abusada no trajeto pelos meliantes. Ela portava uma pequena quantia de droga. Segundo a polícia, eles tiveram a residência invadidos por um grupo de homens encapuzados.

As Polícias Militar e Civil estiveram no local fazendo os primeiros levantamentos para buscar informações sobre o caso. A equipe do rabecão levou o corpo para o Instituto Médico Legal-IML de Quixeramobim.

Assista a reportagem da RC TV – programa ao vivo toda terça-feira, às 19h