Quixadá: Justiça condena ex-vereador Kleber Júnior por trocar óculos por votos nas Eleições de 2016

vereador_kleber-cassacaoJosé Kleber Bezerra Carneiro Júnior(PPL)  passou mais de uma década conseguindo reeleição para o cargo de vereador do município de Quixadá, todavia, em 2016 uma denuncia de um cidadão lhe tirou a vida boa de ganhar muito dinheiro sem fazer quase nada. Kleber Júnior não conseguiu se reeleger e a polícia ainda foi cumprir um mandado de busca e apreensão em sua residência.

O candidato na época conseguiu ainda 788 votos, boa parte, segundo o Ministério Público Eleitoral foi em virtude de compra de votos. O MPE ajuizou ação denunciando que Kleber Jr. fazia distribuição de óculos, consulta e cirurgias, objetivando conseguir votos essa pessoas pobres.

Na casa do vereador foram apreendidos 142 óculos de grau, 26 envelopes com descrições de óculos, 74 vales consultas oftalmológicos centenas. Os ‘presentes’ eram entregues com santinhos do político, a configuração da velha e suja campanha política.

Para a Dra. Ana Cláudia Gomes de Melo, juíza titular da 6ª Zona Eleitoral de Quixadá, as provas nos autos são suficientes, robustas e cabal que Kleber Júnior captava votos em troca dos “presentes”. As vítimas sempre eram pessoas pobres.

Além de ter os votos anulados, Kleber Junior ainda terá que tirar do bolso o valor de R$ 40 mil reais para pagar uma multa aplicada pela Justiça Eleitoral. Um novo calculo será feito e tudo indica que a composição da Câmara Municipal de Quixadá pode sofrer mudança.

O Kleber Júnior recorreu da decisão de 1ª instância, agora cabe o Tribunal Regional Eleitoral-TER/CE apreciar o caso.