Prestação de conta dos vereadores eleitos é uma chacota para o eleitor quixadaense

ELEICOES_2016_logo

A prestação de conta de cada candidato, ainda será submetida a parecer do Ministério Público Eleitoral, em seguida da Justiça Eleitoral.

O prazo para informar os gastos eleitorais já foi encerrado pelo Tribunal Superior Eleitoral-TSE, portanto se faz necessário que a população saiba como cada candidato eleito informou suas despesas durante a campanha. Muitas prestações de contas são escancaradamente fora da realidade. 

10 vereadores eleitos garantem que gastaram menos de cinco mil reais, apenas Ivan Construções e Darlan Piaba disseram que gastaram mais de R$ 10 mil reais.

O mais votado o vereador Cezar Augusto(PSD) 1.453 votos, declarou a Justiça Eleitoral que gastou R$3.000,00; o segundo Ivan Construções (PT) 1.395 votos informou R$16.362,60; já Iranildo Bacurin (PPS) 1.346 votos disse que gastou R$1.125,00; já Marcelo Ventura(PEN) 1.328 votos R$9.879,62; enquanto o quinto mais voto foi Denis Dutra(PT) que teve 1.260 votos só declarou que gastou R$3.600,00. 

6 Darlan Piaba(PSL) 1.098 votos – declarou R$10.000,00
7 Neto do Custódio (PSL) 1.057 votos – declarou R$3.000,00
8 Guto da Glaudiesel (PSL) 999 votos – declarou R$6.300,00
9 Rosa Buriti(PT) 999 votos – declarou R$7.023,21
10 Zé Maria da Artvidro (PEN) 992 – declarou R$ R$2.130,00
11 Professor Damasceno (PSB) 974 – R$4.738,05
12 Luiz do Hospital (PSC) 929 – declarou R$4.328,26
13 Jesyca Severo (PSL) 927 – declarou R$1.772,63
14 Evaristo (PRB) 881 – declarou R$3.252,10
15 – Cabo Marlim(PR) 803 – declarou R$7.219,20
16 Laercio Oliveira (PV) 789 – declarou R$6.419,60
17 Louro da Juatama (PSC) 620 – declarou R$2.922,22

A população não espere resultados positivos da próxima legislatura, quando observando as prestações de contas dos vereadores eleitos. Em Quixadá, muitos dizem que para ser eleito é preciso gastar acima de R$ 100 mil reais.