População pede que MPCE combata a farra dos comissionados da Câmara de Quixeramobim

A população pede que o Ministério Público da Comarca de Quixeramobim se manifeste sobre a farra dos comissionados da Câmara Municipal. Reportagem do portal Revista Central com base nos dados no Portal da Transparência do Poder Legislativo de Quixeramobim, revelou que 59 pessoas estão ocupando cargos comissionados, enquanto três são concursados. Tem comissionado que recebe quase R$ 6.000,00 (seis mil reais).

A reportagem deixou a população revoltada, principalmente por aqueles que se dedicam e sonham seguir no setor público, mas sem apadrinhamento político só restava um concurso público, todavia em Quixeramobim a lei não está sendo aplicada.

A desproporcionalidade de três concursados com 59 comissionados causou revoltada, até entre vereadores que não tinham conhecido dos fatos. Mesmo diante da situação, até o momento nada foi realizado pelos órgãos competentes, o que deixa claro que em Quixeramobim, os representantes da população não estão seguindo os ditames da legislação, principalmente por acharem que eles estão a cima da lei.

Outro fator que persiste na imoralidade é que a própria Câmera não dispõe de espaço suficiente para abrigar todos esses comissionados, o que presume-se em tese, que muitos estão recebendo sem prestar serviços naquele poder legislativo.

Conheça: Câmara de Quixeramobim tem 3 concursados e 59 comissionados, nomeados por François

A maioria desses cargos é ligada ao presidente da Câmara François Saldanha, político poderoso em Quixeramobim, que não se curva diante das autoridades fiscalizadoras. Diante de todos esses escândalos, ele não demitiu ninguém, pelo contrário, anunciou em uma sessão que em breve todos os demais vereadores ganharão assessores.

O portal Revista Central enviou por duas vezes email para a assessoria  de comunicação do Ministério Público do Ceará, para saber se o órgão teria ou pretende atuar no caso, mas os emails não foram retornados.

Desafiando: Presidente da Câmara de Quixeramobim promete mais assessores para os vereadores