Polícia Civil prende casal suspeito de maus-tratos contra criança de um ano e quatro meses em Piquet Carneiro

Policiais civis da Delegacia Municipal de Mombaça, na Área Integrada de Segurança 22 (AIS 22), efetuaram a prisão de um casal suspeito de cometer maus-tratos contra uma criança de um ano e quatro meses, na cidade de Piquet Carneiro 22 (AIS 22). A ação ocorreu após informações repassadas pelo Conselho Tutelar sobre uma menina que era vítima de violência física praticada pelos pais. A Polícia Civil apreendeu, na residência do casal suspeito do crime, uma arma de fogo.

Conforme o delegado Helder Beserra, na manhã dessa quinta-feira (18), os policiais foram informados pelos conselheiros tutelares, que os suspeitos compareceram, na terça-feira (16), na residência da avó da criança, onde tomaram a menina, que estava sob sua guarda. De acordo com as apurações, a mulher chegou a ser agredida pelo casal, que fugiu levando a menina. Diante do fato, a senhora procurou o Conselho Tutelar de Piquet Carneiro, que noticiou o caso a Polícia Civil.

De posse das informações, os profissionais de segurança da Delegacia de Mombaça foram até a localidade de Sítio Arara, onde os suspeitos residiam. Lá, a menina foi encontrada e levada em segurança pelos conselheiros tutelares, e o casal foi conduzido para a unidade policial. “No local, foi constatado que havia um intenso trânsito de pessoas embriagadas. Verificamos também, que a mulher suspeita realizava ameaças contra seus vizinhos, para que estes não interviessem na relação”, revelou o delegado Helder.

Na casa dos investigados, que não tinha antecedentes criminais, foi encontrada uma espingarda de fabricação caseira. Um inquérito policial por maus-tratos, lesão corporal dolosa e ameaça foi realizado. O homem preso foi indiciado ainda por posse ilegal de arma de fogo.

*Os nomes foram suprimidos do texto para preservar a identidade da vítima.*