Polícia Civil divulga investigação parcial sobre assassinato de sargento da reserva em Canindé

Policia_Civil_loogA Polícia Civil de Canindé, através da equipe de investigações, comandada pelo delegado regional Daniel Aragão Mota, concluiu a primeira fase das investigações que apuram o duplo homicídio ocorrido no dia 24 de junho deste ano na cidade de Canindé. A informação é da Delegacia Regional de Polícia Civil de Canindé.

O duplo assassinato foi registrado na rua Josias Gondim, bairro Santa Luzia. As vítimas foram atingidas por disparos de arma de fogo: Raimundo Radimac de Lima, de 33 anos, e o sargento da reserva que trabalhou há muitos anos no município de Canindé, Valdimiro Lopes de Lima, de 63 anos.

De acordo com a investigação da Polícia Civil, no dia da ocorrência, além das vítimas, estavam outras pessoas no local do crime, onde era bastante comum, pessoas amigas conversarem neste local; quando chegaram dois homens em uma moto com placa adulterada por fita isolante para dificultar a identificação por parte da polícia.

Conforme as investigações, ao chegar ao local, os suspeitos efetuaram vários disparos, o primeiro atingiu a cabeça do sargento da reserva Valdimiro Lopes que teve morte no local, os demais tiros atingiram Radimac de Lima, que chegou a ser  socorrido para o hospital de Canindé, mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer horas depois. Após efetuarem os disparos, os dois homens deixaram a moto Bros no local do crime e fugiram a pé, levando apenas os capacetes.

Segundo apurou a Polícia Civil, o dono da moto teria prestado uma queixa falsa do roubo da moto, e após ser ouvido, foi liberado já que não havia sido conduzido pela polícia.

Com as informações prestadas, a equipe de investigação intensificou os trabalhos e muitas testemunhas foram ouvidas sobre o caso, chegando assim aos nomes tanto dos supostos suspeitos das execuções como do suposto mandante. A equipe de investigação, sob o comando de delegado Daniel, esteve nos últimos dias em Fortaleza para dar cumprimento ao mandado de prisão expedido pelo juiz da 1ª Vara da Comarca de Canindé em desfavor de Marcus Vinicius Castro do Nascimento, de 20 anos de idade, conhecido por “Orelha”, que segundo a polícia teria sido o responsável pelos disparos que mataram as vítimas.

O mandado foi cumprido e o suspeito já se encontra recolhido no Centro de Triagem em Aquiraz, onde permanecerá aguardando o pronunciamento da justiça, além de já estar respondendo por tráfico de drogas em Fortaleza.

A polícia acredita que com o depoimento de “Orelha”, outras pessoas deverão ser ouvidas, e, dependendo das investigações, poderão ser presas, já que as investigações continuam. O delegado regional de Canindé, Daniel Aragão, disse que as investigações irão continuar não só com relação a esse crime, mas a outros crimes que também foram registrados e que podem está correlacionados. O delegado ainda falou de outros homicídios registrados, onde já são contabilizadas 25 mortes.

De acordo com as informações da Polícia Civil, dos 25 assassinatos, mais de 90% já tem autoria conhecida e que os envolvidos podem ser presos. Já em relação aos outros 10%, os envolvidos deverão ser notificados a depor e posteriormente responderam aos delitos cometidos, perguntado se os homicídios registrados tinham relação com a guerra de facções, o delegado afirmou que na grande maioria sim, mas as Polícias Civil e Militar estão trabalhando no sentido de coibir cada vez mais a ação daquelas pessoas que optam em descumprir as leis.

As informações são do portal Canindé!