Polícia Civil de Quixadá prende homem abastecendo posto de combustível de forma ilegal

Rodrigo da Silva Rodrigues estava abastecendo uma grande quantidade de combustível no Posto Campo Novo

Constitui crime contra a ordem econômica, adquirir, distribuir e revender derivados de petróleo, gás natural e suas frações recuperáveis, álcool etílico, hidratado carburante e demais combustíveis líquidos carburantes, em desacordo com as normas estabelecidas na forma da lei. Baseado no art. 1°, da Lei 8.176, a Polícia Civil de Quixadá prendeu no início da tarde desta sexta-feira, 29, um homem que estava transportando uma grande quantidade de combustíveis.

Conforme a Polícia Civil, Rodrigo da Silva Rodrigues, 24 anos, estava abastecendo uma grande quantidade de combustível no Posto Campo Novo, localizado na Avenida presidente Vargas. O líquido inflamável foi transportado em um reservatório de plástico, em um veículo totalmente fora dos padrões estabelecidos pelos órgãos fiscalizadores. A Polícia vai saber também da origem.

Equipe Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá recebeu denúncia anônima de que no posto estaria havendo o transporte ilegal do combustível. “Ao chegar no posto mencionado, a equipe flagrou uma Hilux com um reservatório cheio de combustível, depositando no tanque do posto. De imediato foi dado voz de prisão no indivíduo que transportava o combustível e encaminhado ao delegado, para formalizar o procedimento.”

O crime não é afiançável em sede policial, por isso, o condutor ficou preso até o pronunciamento da Justiça.

A Polícia Civil alerta ainda que adquirir combustível e armazenar em residência, ou fazer revenda incorre em pratica de crime.

Quem quiser fazer denuncia de venda ilegal de combustível, deve ligar para a Polícia Civil, sendo garantido o sigilo.

O líquido inflamável foi transportado em um reservatório de plastico