Operação Serra das Almas prende 9 caçadores e regata 405 animais silvestres no Ceará

Nove caçadores foram presos e 405 animais silvestres recolhidos durante a Operação Serra das Almas, realizada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Batalhão de Policiamento Ambiental. Entre as espécies, oito são ameaçadíssimos de extinção – como o tatu-bola, o papagaio-do-mangue, o bicudo, o pintassilgo, o periquito-estrela e a jandaia-de-testa-azul.

Durante dez dias, fiscais do Ibama e policiais militares fiscalizaram áreas de Caatinga em dez municípios. Houve ações no município de Crateús (na Região dos Inhamuns) e parte da região da Ibiapaba. Duzentos e sete animais já foram recolhidos ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), do Ibama, em Fortaleza. As informações foram divulgadas em coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira, 21.

Entre as aves mais apreendidas pela operação, são 36 galos de campina, 20 golinhas, 23 bigodeiros e 18 periquitos do Sertão.