Obrigatório: TRE inicia revisão biométrica nas zonas eleitorais de Mombaça e Quixadá

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará realizou nesta quinta feira, 23/3, audiências públicas em Mombaça (46ª ZE) e Quixadá (6ª ZE), que abrange os municípios de Choró e Ibaretama, e marcam o início dos trabalhos de revisão biométrica do eleitorado nesses municípios.

O presidente do TRE-CE, desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, esteve à frente das audiências públicas realizadas pela manhã em Mombaça e à tarde em Quixadá, com a participação dos prefeitos, vereadores, várias autoridades municipais e servidores da Justiça Eleitoral.

Mombaça

Na 46ª Zona Eleitoral, em Mombaça, a audiência pública foi realizada na Câmara Municipal. Além do presidente do TRE-CE, compuseram a mesa oficial da cerimônia a juíza eleitoral, Ana Célia Pinho Carneiro; a promotora da 46ª Zona, Ruth Fontenele Arraes; o prefeito de Mombaça, Ecildo Evangelista Filho, e o presidente da Câmara Municipal, Antônio Lucas Siqueira Moreira.

Ao abrir a audiência, o desembargador Abelardo Benevides Moraes, afirmou que “a vinda a Mombaça é uma forma de me reernegizar, porque daqui levei os princípios e ensinamentos dos meus pais e familiares que sempre carrego comigo onde quer que esteja”. O desembargador é natural de Mombaça e disse que “essa minha mensagem especial,  não costumeira, não poderia deixar de ser feita em minha terra natal, sempre presente em mim”.

O presidente do TRE-CE alertou os eleitores de Mombaça para “a obrigatoriedade do comparecimento ao cartório eleitoral para a identificação biométrica, que dá mais segurança e transparência ao processo eleitoral”. Em Mombaça, 34 mil eleitores deverão comparecer ao cartório para o recadastramento através da coleta  dos dados biométricos até o dia 30 de setembro deste ano.

Quixadá

A audiência pública em Quixadá foi realizada às 15 horas na Câmara Municipal. Além do presidente do TRE-CE, fizeram parte da mesa oficial os juízes eleitorais da 6ª zona, respectivamente, titular e em exercício, Ana Cláudia Gomes e Jair Teles da Silva, o prefeito de Quixadá, José Ilário Marques, o prefeito de Ibaretama, Francisco Edson de Moraes, os presidentes das Câmaras Municipais de Quixadá e Ibaretama, vereadores Francisco Ivan Benício e Francisco Carliando de Almeida, além de Antônio Gilberto Silva, representando o prefeito de Choró.

Em sua fala, na abertura do evento, o presidente do TRE-CE destacou a colaboração do Governo do Estado, que firmou convênio com o tribunal e cederá 1300 jovens estagiários, através do Programa Primeiro Passo, para auxiliar nos trabalhos de recadastramento biométrico de eleitores no interior.

O desembargador Abelardo Benevides Moraes agradeceu ainda o apoio das prefeituras e entidades civis dos municípios de Quixadá, Choró e Ibaretama, “nos auxiliando na convocação de todos os eleitores desses três municípios, que deverão comparecer, obrigatoriamente, ao cartório eleitoral até 19 de dezembro deste ano para realizar a revisão do título e coletar os dados para identificação biométrica”.

Na 6ª zona eleitoral, são mais de 80.000 eleitores envolvidos, sendo 58.076 de Quixadá, 11.878 de Choró e 11.838 de Ibaretama, que têm até o dia 19 de dezembro de 2017 para fazerem a revisão biométrica. Nas cidades que não são sedes da zona (Choró e Ibaretama), a Justiça Eleitoral prevê a instalação de postos de atendimento para facilitar o acesso do eleitor nos seguintes períodos: Choró – 22/05 a 31/07; e Ibaretama – 24/04 a 30/06.

Meta

A meta do TRE-CE é recadastrar cerca de 75% do eleitorado do Estado do Ceará até as eleições de 2018 e atingir 100% em 2020. Nas eleições municipais de 2016, 34,78% dos eleitores cearenses de 62 municípios votaram com a identificação biométrica (16% na capital). Já para o ciclo 2017-2018, 69 municípios passarão pelo processo de revisão biométrica, somando 131 municípios com 100% do eleitorado recadastrado para as eleições de 2018.

O TRE-CE esclarece aos eleitores a necessidade de agendar o atendimento nos cartórios eleitorais, através do telefone 148 ou no site do tribunal.