MPCE investiga possíveis fraudes nas Prefeituras de Boa Viagem, Canindé, Choró, Ibicuitinga, Madalena, Milhã e Pedra Branca

Prefeitura de Boa Viagem (foto: arquivo RC)

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), realizou de janeiro a agosto inspeção em 49 municípios cearenses que emitiram Decretos de Emergência. “Todos os procedimentos originaram Notícias de Fato (NF) e, alguns, evoluíram para Procedimento Investigatório Criminal (PIC)”, destaca a coordenadora da PROCAP, a procuradora de Justiça Vanja Fontenele.

MPCE investiga possíveis fraudes de licitações em 49 municípios cearenses, sendo sete da região Central do Ceará, como Boa Viagem, Canindé, Choró, Ibicuitinga, Madalena, Milhã, Pedra Branca.

Veja a lista completa:

Aiuaba, Alto Santo, Apuiarés, Aquiraz, Aracati, Barbalha, Bela Cruz, Boa Viagem, Canindé, Chaval, Choró, Crato, Cruz, Fortim, Graça, Groaíras, Guaiuba, Ibiapina, Ibicuitinga, Icapuí, Iguatu, Irauçuba, Jardim, Jijoca de Jericoacoara, Madalena, Marco, Milhã, Morrinhos, Novo Oriente, Pacajus, Pacatuba, Palhano, Paracuru, Paraipaba, Pedra Branca, Pereiro, Potengi, Reriutaba, Saboeiro, Santa Quitéria, Santana do Acaraú, Tauá, Tianguá, Tururu, Ubajara, Umari, Umirim, Várzea Alegre e Viçosa do Ceará.

Os promotores não deram maiores detalhes, mas é possível que essas Prefeituras sofram operações de buscas e apreensões até o fim do ano.