Matricular filho no Colégio José Jucá em Quixadá tem que passar horas na fila

colegio_jose_juca_fila

Os veteranos automaticamente preenchem as vagas entre o 7° e o 9° ano do ensino fundamental.

Pais de alunos do 6° ano teem enfrentado todo ano uma difícil situação; o objetivo é matricularem os seus filhos no Colégio José Jucá, 89 anos de serviço prestado a comunidade de Quixadá, no Sertão Central cearense.

Muitos pais chegaram na madrugada do domingo, como é o colegio_jose_juca_filaacaso da doméstica Fátima Holanda do Nascimento, 39 anos, “cheguei às cinco da manhã do domingo, vou matricular a minha filha Sara do Nascimento, 12 anos”, a mesma situação é do agricultor Pedro Feitosa de Lima, 56 anos “aqui todo ano é assim, se a gente não chegar cedo não consegue vaga” destaca.

Os pais reclamam da forma de matrícula da escola “acredito que deveria ser com base em uma seleção, com isso evitaria esse constrangimento” sugere a aposentada Maria da Conceição de Queiroz, 65 anos, ela passou a noite na fila em busca de conseguir uma das 70 vagas ofertadas pela instituição de ensino.

Uma moradora vendo a situação, fez doação de água e liberou o banheiro de sua residência. Das 70 vagas, 30 é para o turno da manhã e 40 para a tarde. O Colégio tem sido referência na educação fundamental na cidade.


Mais informação:
Escola de Ensino Fundamental José Jucá
Rua Epitácio Pessoa, 1351 – Centro – Quixadá
Telefone: (88) 3445.1062

 

 

Edição: Erika Félix