Mais dois suspeitos de torturar e decapitar três mulheres em mangue no Ceará são presos

Mulheres foram torturadas e decapitadas em área de mangue na Grande Fortaleza (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)

Mais dois homens foram presos suspeitos de participar da execução de três mulheres no mangue do Rio Ceará, no Bairro Vila Velha, em Fortaleza. Os corpos das vítimas foram encontrados nesta sexta-feira (9) enterrados em um buraco no mangue do Rio Ceará, perto do local das mortes. 

Com as detenções, chega a cinco o número de suspeitos presos (além de um adolescente apreendido). Eles serão autuados por homicídios triplamente qualificado, ocultação de cadáver e associação criminosa, segundo o delegado Leonardo Barreto, titular da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa de Fortaleza. 

As duas últimas prisões foram dos indivíduos; Bruno Araújo de Oliveira, de 23 anos, e Júlio César Clemente da Silva, de 28. O primeiro tem passagens pela polícia por roubo e homicídio e o segundo não tem antecedentes criminais. 

Foi Bruno quem indicou o local onde os corpos foram enterrados. Junto com as vítimas foram encontradas peças de roupas e pedaços de madeira que, segundo a polícia, foram utilizados para agredir as vítimas. Parte do facão usado para mutilar as vítimas também foi localizado na área.