Ibaretama ostenta o desagradável título de ter a primeira Prefeitura do Brasil com as portas fechadas

Paço Municipal de Ibaretama (foto: setembro 2017/RC)

O município de Ibaretama, localizado na região Central do Ceará, ostenta um desagradável título, é a primeira prefeitura do Brasil a fechar literalmente as suas portas, após 11 meses de gestão do atual prefeito Francisco Edson Moraes(PMDB). A gestão “Juntos somos mais fortes” apagou geral.

Há mais de 15 dias, as portas da Prefeitura estão fechadas e ninguém trabalha no local. O motivo é a crise administrativa e financeira que se perpetuaram no seio da gestão. O prefeito deixou de pagar as faturas de energia, acumulando um amontoado volume praticamente impagável. A companhia energética-Enel cortou a energia, enquanto o prefeito não consegue negociar a dívida.

Fechada, a população de Ibaretama sente os reflexos de ser o primeiro município do Brasil a não ter uma Prefeitura funcionando.

A crise em Ibaretama é tão gritante que a justiça bloqueou as contas públicas do município, fundamentando que os salários dos Servidores estão há quase três meses sem receber seus salários. É importante lembrar que o bloqueio ocorreu após o fechamento das portas da Prefeitura.

Conforme as informações, o prefeito Edson Moraes está despachando em sua própria residência, a qual está aparentemente com as contas quitadas, mas Edson não pagou as contas da energia da Prefeitura.