Hospital Regional do Sertão Central realiza mais de 7 mil exames de imagem em menos de dois anos

Hospital do Sertão Central, em Quixeramobim, no interior do Ceará (Foto: Governo do Estado/Divulgação)

O Hospital Regional do Sertão Central (HRSC), em Quixeramobim, da rede pública do Governo do Ceará, já realizou 7.230 exames de imagem em menos de dois anos de funcionamento. São exames de alta complexidade como ressonância magnética, tomografia computadorizada (com e sem contraste), endoscopia e colonoscopia, que atendem tanto pacientes internados quanto aqueles que são encaminhados de outras unidades de saúde.

Pessoas de toda a macrorregião de saúde do Sertão Central, composta por 20 municípios, têm acesso a esses exames. Como o agricultor Cícero Sousa da Silva, 46 anos, morador do Distrito de Passagens, na zona rural de Quixeramobim. Na última quinta-feira, 22, ele esteve no hospital para realizar uma ressonância magnética, para diagnosticar dores no corpo que vem sentindo há alguns meses. “Fiquei feliz demais. Não demorou pra eu ser chamado para o exame. Estou muito satisfeito. Também fui muito bem atendido aqui”, disse Cícero.

Já a estudante Milena Martins de Sousa, 18 anos, residente em Quixadá, esteve entre os dias 3 e 23 deste mês internada no HRSC para tratar uma infecção. Ela precisou realizar os exames de tomografia no tórax, além de uma angiotomografia para auxiliar no diagnóstico da doença. “De modo geral, o atendimento aqui é maravilhoso. Estou tendo um acompanhamento muito bom”, afirmou a jovem, acompanhada da irmã, Glailce Martins.

Desde 5 de dezembro de 2016 até outubro deste ano, foram realizadas 874 endoscopias, 1.529 ressonâncias magnéticas, 4.707 tomografias computadorizadas e 120 colonoscopias no Hospital Regional do Sertão Central. O HRSC é o terceiro hospital construído pelo Governo do Estado no interior e atende a população dos municípios Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira, Madalena, Paramoti, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole, Aiuaba, Arneiroz, Parambu e Tauá.