Grupo protesta na frente do apartamento de Eunício Oliveira em Fortaleza

Dezenas de jovens se reuniram na manhã desta quinta-feira (27), em um ato de repúdio ao presidente do Senado, o cearense Eunício Oliveira (PMDB). Os manifestantes fazem parte do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra, Levante Popular da Juventude e Movimento dos Atingidos por Barragens.

Juntos, os jovens foram até a residência de Eunício para realizar um ato de escracho, no Bairro Meireles, em Fortaleza. O político, no entanto, está em Brasília. Com faixas, cartazes e outras intervenções, os jovens entoaram cantos e vaias contra o presidente do Senado.

Eles acusam o peemedebista de atitudes contra a população e enriquecimento próprio, como apoiar a reforma trabalhista e previdenciária, além de apoiar o governo de Michel Temer. “Eunício, golpista, não passará”, era um dos gritos de guerra.

Em nota, a página do Levante Popular da Juventude se manifestou sobre o escracho. “Eunício Oliveira é um dos principais parlamentares representantes da burguesia brasileira, que tem cumprido um papel fundamental de articulação na continuidade e aprofundamento do golpe à nossa democracia, principalmente no que diz respeito a aprovação das reformas, como a PEC 55 ou PEC do Teto dos Gastos, onde o mesmo foi relator, além das reformas trabalhista e previdenciária, que significam ainda mais retrocessos nos direitos históricos dos trabalhadores brasileiros”.

Com informações do site Tribuna do Ceará!