Fatalidade: Piloto de parapente morre durante voo no município de Quixadá

Mais um esportista praticante de parapente sofreu um acidente e veio a óbito no município de Quixadá, na região Central do Ceará. O fato aconteceu na manhã desta sexta-feira, 20. De acordo com as informações, a vítima é residente em Brasília, Distrito Federal e estava em Quixadá para participar de campeonato.

O instrutor Ney Albert Murtha mas sofreu uma queda minutos antes de partir da rampa de voo livre do Santuário Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, localizada na Serra do Urucu. Ele teria ainda informado problema técnico em seu equipamento aos colegas que ficam na central de resgate. Ele tinha 10 anos de experiência e era  Engenheiro Civil. 

As informações foram confirmadas por um colega de profissão da Associação de Voo Livre de Quixadá. Uma equipe do SAMU foi deslocada, mas devido o acesso teve que ser acionado um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas – CIOPAER.

Conforme a Perícia Forense de Quixeramobim o corpo foi resgatado do local e colocado em uma fazenda, por isso, não será possível fazer a perícia. O rabecão conduzirá o corpo de Albert Murtha  ao Instituto Médico Legal em Quixeramobim.

Esse é o quarto acidente com vítima fatal envolvendo praticantes de esportes radicais no município de Quixadá, considerado como o melhor local para esse tipo de esporte do mundo.