“Farra das marmitas”: Secretaria da Saúde de Canindé pretende licitar 12 mil quentinhas para gastar em eventos

Região Central: Se na Câmara Municipal de Canindé a “farra é da gasolina”, na Secretaria de Saúde será das “marmitas”. Na próxima segunda-feira(19), às 10h acontecerá uma licitação para contratação de refeições (tipo quentinhas). A secretária Islayne de Fátima Costa Ramos é quem assina o edital.

A Secretaria de Saúde pretende comprar exatamente 12.552 quentinhas prontas, compostas de arroz, feijão, frango, macarrão, farofa, carne (bovina, suína, frango, peixe ou linguiça toscana); com saladas de legumes, servido em embalagens tipo quentinha. O peso deve ser de no mínimo 750 gramas.

Conforme o edital, a licitação da “farra das marmitas”, justifica-se pela necessidade de atender as demandas eventuais e fixas da Secretaria de Saúde do Município de Canindé, como eventos, encontros, palestras, campanhas de vacinação, entre outros. Acrescenta que os serviços são indispensáveis para o bom andamento dos projetos atendidos pelas unidades gestoras de Canindé.

É importante lembrar que essa alimentação não é aquela fornecida aos pacientes, mas para atender essas demandas citadas no item 4.1 do edital. A quantidade foge da razoabilidade e da prioridade da gestão.

Enquanto a população de Canindé reclama da carência no sistema Único de Saúde-SUS, a Secretária quer gastar o dinheiro público em seus eventos. É claro, que muitos desses necessitam de alimentação para os participantes, mas uma licitação com duração de apenas 12 meses, seria necessário o consumo de mais de mil por mês.