Extorsão: Estacionar próximo à Praça José de Barros de Quixadá somente pagando flanelinhas

Condutores estão revoltados com a ‘extorsão’ praticada por flanelinhas que privatizaram as ruas no entorno da Praça José de Barros, na cidade de Quixadá, na região Central do Ceará. Durante o 18ª Pula Fogueira, evento tradicional tem atraído milhares de pessoas, pensando nisso, grupos de flanelinhas bloquearam ruas e fizeram estacionamentos privados.

Para estacionar somente pagando valores que giram de R$ 10 a 20 reais, se não pagar o condutor que muitas vezes leva a sua família para assistir as apresentações das quadrilhas juninas, ou volta para as suas casas ou tem que deixar o carro em locais distantes. A Avenida Plácido Castelo, Ruas Laerte Pinheiro, Francisco Eneias de Lima, Basílio Pinto, Epitácio Pessoa, José Jucá, Rodrigues Júnior e outras somente é possível estacionar casa o pagamento seja efetuado no momento.

A maioria dos flanelinhas ainda vai embora após perceber que não tem mais vagas, deixando os veículos abandonados.

Participantes do Pula Fogueira pedem que a Prefeitura Municipal de Quixadá adote providencias em seus eventos, para evitar esses constrangimentos. Discussões sobre o assunto foram temas nas redes sociais.

A cobrança pode ser configurada como crime e quem se sentir lesado pode acionar a Polícia Militar.