“Eu sou ladrão e vacilão”: Jovem que teve testa tatuada é batizado em igreja evangélica

São Paulo/Veja-Isto É: O jovem de 18 anos que ficou conhecido por ter tido a testa tatuada após suposta tentativa de furto de uma bicicleta foi batizado no dia 30 de dezembro pela Igreja Renascer em Cristo, em São Paulo. O batismo ocorreu na piscina da clínica de reabilitação onde ele está internado desde junho do ano passado, em Mairiporã, na Grande São Paulo.

Dois homens foram presos depois de terem tatuado a mensagem “Eu sou ladrão e vacilão” na testa do rapaz. Segundo depoimento que prestaram na delegacia, a tatuagem foi feita como uma espécie de punição a uma suposta tentativa de furto.

Em sua conta no Facebook, um dos líderes da igreja, Carlos Magnabosco, escreveu que o jovem teve a oportunidade do perdão e agora está envolvido com Deus. “Deus escreve uma nova história, independente do seu erro, Ele te ama!”. “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança, o amor, estes três; mas o maior destes é o amor.”1Coríntios:13:13 #NãoÉVacilão #ÉAmadoDoSenhor”.

O jovem já passou por cinco procedimentos a laser para tentar tirar a tatuagem da testa e segue internado para tratar a dependência química.