Esposo da vice-prefeita de Choró detona Marcondes: “não sei como o prefeito ainda não está preso. Você não tem moral”

Choro_Marcondes_e_SilvinoRegião Central: Na última terça-feira(12), a vice-prefeita de Choró, Gláucia Rodrigues rompeu o silêncio e oficialmente anunciou que se retirou da administração do prefeito Marcondes Jucá. O município vivencia um momento de caos no serviço público.

O líder do grupo político da vice-prefeita é o esposo dela, ex-vereador Silvino Rodrigues, que trabalhou por vários anos juntamente com Jucá para conseguir o Executivo, mas seu ex-aliado aparentemente esqueceu as raízes e hoje é um homem totalmente diferente do Marcondes de antes.

Na Câmara de vereadores de Choró, o prefeito ouviu duras verdades advindas da vice-prefeita e principalmente de seu esposo, o ex-vereador Silvino Rodrigues. O presidente Fabiano Cabral passou a palavra ao ex-vereador que fez uma declaração firme e segura a respeito da administração de Marcondes Jucá.

Silvino Rodrigues foi bem enfático em dizer que não é de acordo com o trabalho dessa gestão que não contribui para tirar o Choró da situação de calamidade. “Se engana ele que estou calado, se engana ele que as atitudes erradas tomadas por ele não serão tomadas providências… eu não sei como ele ainda não está é preso.” As palavras do ex-vereador foram fortes e ele fez denúncias sérias sobre a gestão, dizendo que está munido de provas e que ele tomará as devidas providências junto a justiça.

“A vice-prefeita não tem sua família toda empregada não. Pelo contrário, a dele tem. Ele tem toda a família empregada. O município de Choró hoje, de 184 municípios, ele é o pior. E o que é mais grave ainda, ele fala que a vice-prefeita ganha muito, seu prefeito, você não tem moral pra falar de quem ganha muito não… você é campeão de diárias do estado, dinheiro do povo, dinheiro do povo de Choró”, disse Rodrigues.

Leia mais: Vice-prefeita de Choró Gláucia Rodrigues rompe com gestão desastrosa de Marcondes Jucá

Silvino denunciou falhas gravíssimas da gestão de Marcondes Jucá, incluindo que ele possui um carro alugado por R$ 7.000 reais, fora os gastos com gasolina. Mencionou o rombo do Fundo de Previdência, o rombo dos consignados, o atraso no pagamento dos monitores, o descaso do transporte escolar, dentre muitas outras falhas do atual gestor.

Salienta-se que Silvino Rodrigues disse que sua esposa Gláucia não vai trabalhar na prefeitura, pois o prefeito vai humilhar ela novamente. Enfatizou que vão continuar atendendo o povo em casa como vem fazendo nos últimos meses.

O Vereador Paulo da Serra que fazia parte de sua bancada, atualmente está como oposição por não concordar com as atitudes do prefeito. E agora foi declarado o rompimento da vice-prefeita, Gláucia Rodrigues a sua gestão.

 

Tags: