Duas pessoas assassinadas e outras duas baleadas em Quixadá no fim de semana; o último homicídio no São João

O homem identificado como Magno foi assassinado neste domingo((02/09/18) – foto: rede social

Região Central: A violência nos fins de semana é o reflexo da desordem que está acontecendo no Ceará, em Quixadá não é diferente, somente nas últimas horas duas pessoas foram assassinadas e outras duas baleadas. O crime mais recente foi no bairro São João. 

Na noite deste domingo (02), no Beco do Zé Antero, no bairro São João, um homem até o momento identifica como “Magno” estava na calçada, quando foi chamado por uma pessoa, quando se dirigiu ao local, foi abordado por homens armados e sem qualquer chance de defesa foi alvejado com quatro tiros, sendo três na axila e um nas nádegas. “Magno” tombou sem vida no local, enquanto os criminosos que estavam em uma motocicleta fugiram.

Na noite do sábado(01), no bairro Monte Alegre, Francisco Diassis Gomes Pereira, de apenas 21 anos, foi executado com três tiros na cabeça. Além de Francisco Diassis, outra pessoa por nome de Roseluane da Silva foi atingido por ‘balas perdidas’,  momento da execução. Ele foi socorrido até ao Hospital Eudásio Barroso e não corre risco de morte.

Leia mais: Estado de violência: Tiroteio em Quixadá deixa pelo menos um morto e outro baleado.

Na madrugada deste domingo, por volta das 04h30min, na Avenida Presidente Vargas, na Praça do Campo Novo, um indivíduo efetuou três disparos e lesionou no braço direito um Servente de Pedreiro, de 30 anos. O homem foi socorrido para UPA e passa bem.

No caso do bairro São João, o corpo da vítima será levado ao Instituto Médico Legal, na cidade de Quixeramobim após os procedimentos da Perícia Forense.

Todos os crimes são de responsabilidade da Delegacia Regional de Polícia Civil, instaurar e investigar, além de pedir mandados de prisão em face dos autores, quando forem identificados.

leia também:
Região Centro-Sul: Ancião de 70 anos e mototaxista são assassinados no município de Acopiara
Boa Viagem: Adolescente de 13 anos presencia assassinato do pai, atropela e também mata criminoso