Discussão banal: Polícia prende acusado de matar homem a pauladas na calçada da Biblioteca de Quixadá

delegacia_cotar_dvisao_homRegião Central: No dia 26 de março, um crime com requinte de crueldade deixou a população de Quixadá revoltada, especialmente porque a vítima era um andarilho Antonio Mesquita Braga-  conhecido como “Fie de Deus”, mas um homem prestativo. Não fazia mal a ninguém, entretanto, foi morto brutalmente ao sofrer diversas pauladas na cabeça, na calçada da Biblioteca Pública de Quixadá.

Graças a sistema de câmeras de uma empresa próximo a Biblioteca, tendo em vista que o crime foi logo após as 5h, o homem foi identificado, porém, os policiais civis investigaram e conseguiram localizar o autor.

Pelas câmeras é possível ver que o autor Francisco das Chagas, 53 anos, e vítima saíram de um bar nas proximidades, momento em que o criminoso deixou Antonio Mesquita Braga sair na frente e de forma traiçoeira o arremessou uma paulada na cabeça. Antonio caiu, em seguida sofreu outras pauladas e não resistiu.

Conforme as informações, os dois tiveram uma discussão banal em virtude de um pagamento. Francisco das Chagas após matar de forma cruel, acendeu um cigarro e saiu tranquilamente como se nada tivesse feito, demonstrando seu estado de periculosidade.

O homem recebeu uma notificação para comparecer a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, e não sabia que tratava-se desse crime, quando recebeu voz de prisão em virtude de um mandado de prisão preventiva, expedido pela 1ª Vara da Comarca local.

Graças ao brilhante trabalho dos investigadores da Polícia Civil, mais um acusado de homicídio está preso e vai responder pela acusação.

Leia mais: Crueldade: Homem é brutalmente assassinado a pauladas na calçada da Biblioteca de Quixadá