Descaso: Unidade de Saúde em Choró que custou meio milhão de reais está pronta e fechada há mais de um ano

Unidade de Saúde Assentamento Croatá, no município de Choró já está se deteriorando (foto: Revista Central)

Região Central: O governo federal liberou recursos para a construção da Unidade de Saúde Assentamento Croatá, no município de Choró. A obra teve inicio na gestão do ex-prefeito Antonio Mendes-Dê, e finalizada no fim de sua gestão. Os recursos foram oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2). Em pleno 2018 está fechada e se deteriorando. 

A Unidade de Saúde foi construída e lá investidos mais de R$ 500 mil reais, entretanto, a atual gestão simplesmente não colocou para funcionar. Fechada, há mais de um ano, a população se sente abandonada e pede que o Ministério Público Federal –MPF investigue o caso, por ter dinheiro da União.

Quem mora na localidade de Croatá não consegue entender a razão do prefeito Marcondes Jucá a não contratar médicos e enfermeiros para atender a população. Receosos, o povo tem medo de se expor, “tá fechada, nunca teve um médico, o prefeito já até veio olhar, mas médico que é bom à gente nunca viu”, diz uma cidadã, que prefere não se identificar com medo de represália.

Uma mulher grávida poderia fazer seu pré-natal pertinho de casa, mas como falta médico, o jeito é buscar atendimento em outra localidade. Este é o resultado de uma administração ineficiente que não tem capacidade para colocar uma UBS para funcionar. A população sente os reflexos do abandono.

Sol e chuva, a Unidade de Saúde Assentamento Croatá, no município de Choró está se deteriorando a cada dia. Os letreiros da fachada já foram apagados. Se fosse para colocar para funcionar, seria necessária uma reforma.

O descaso na saúde do município de Choró tem atingido Quixadá, diariamente, inúmeros pacientes da atenção básica procuram a Unidade de Pronto Atendimento-UPA.

Veja esse descaso no vídeo:

Tags: