Descaso: Arquivo Público histórico de Canindé está abandonado pela prefeitura

Uma montanha de papel armazenado sem condições de preservação. É desta maneira que a Prefeitura Municipal de Canindé mantém o Acervo Municipal o arquivo público do Município. Os documentos estão em um galpão em estado de abandono.

Os Arquivos Públicos são locais de guarda, preservação, organização, acesso e difusão de acervos documentais, sejam de natureza textual, cartográfica, bibliográfica, sonora, filmográfica, iconográfica, micrográfica ou digital.

Pastas e mais pastas e documentos importantes e históricos estão amontoados, rasgados e molhados em um galpão, totalmente expostos à ação do tempo. A maioria dos arquivos não apresenta condições de recuperação.

Entre os arquivos, livros, documentos, Leis Municipais de 1909 estão em estado de abandono.

Arquivos importantes datados de 1905, escritos ainda com a pena molhada com tinta sobre o papel amarelado, estão entre as pilhas de pastas e documentos.

Servidores públicos trabalhando no Arquivo de um órgão público, sem a mínima condições de trabalho em contato com agentes biológicos, como fungos, mofo, etc.; equipamentos de proteção individual máscara e luvas.

Essa é a denuncia de Júlio Marques Ferreira Lima, que para ele, “alguém certamente poderá falar: busque no Arquivo Geral da Prefeitura, vulgarmente conhecido por Arquivo Morto. Mas se o arquivo está morto (se é que foi vivo algum dia) então precisaremos de um médium, haja vista a dificuldade para ter acesso aos mesmos. Não, um arquivo nunca é morto. Ele pode estar desorganizado e, sim, “inativo” devido a esta condição”.

É entender que o adequado conhecimento da história de um povo requer a busca de apoios em documentação (originais ou cópias credíveis) que nos habilite a formar um juízo seguro da evolução do seu processo histórico. Tendo em atenção a crucial importância dos arquivos como fonte de referência importante para os investigadores e o público em geral.

Um Arquivo Público deve albergar, sobretudo, acervos documentais de guarda permanente, ou seja, que já cumpriram a função para a qual foram produzidos e já se observou para eles, o prazo de guarda junto ao produtor/acumulador (no caso de Canindé, as secretarias que compõem a Prefeitura e Câmara de Vereadores do Município).

Além de acervos provenientes dos poderes executivo e legislativo e mesmo judiciário do município, um Arquivo Público pode recolher acervos de natureza privada acumulados por pessoas de relevante importância e destaque para a História local, bem como de instituições e/ou associações privadas que atuem na sociedade.