Parabéns: Dom Adélio Tomasin completa 88 anos, um presente de Deus aos sertanejos

O bispo emérito Dom Adélio Giuseppe Tomasin, tem 88 anos (foto: arquivo RC)

Região Central: Ele é sim quixadaense por lei e por aclamação desse povo que o ama de verdade. Ele foi sim enviado por Deus para cuidar do sertão, e é sem duvida o maior benfeitor de Quixadá. Adelio Giuseppe Tomasin está completando 88 anos, nesta sexta-feira(27), será realizada uma missa às 18h, na Capela do Remanso da Paz.

História

Filho de Santo Tomasin e Marina Galesso, nasceu na província de Vicenza, na Itália, no dia 27 de abril de 1930 (88 anos). Em 1959 passa a residir no Uruguai no Departamento de Salto onde participou da Pastoral Rural. Veio para o Brasil em 1962, indo para a cidade de Porto Alegre onde fundou, junto a outros membros da congregação, o Centro Social Padre João Calábria. Dom Adélio Tomasin volta à Itália em 1968, indo em seguida para o Reino Unido para realizar estudos linguísticos em Londres. No mesmo ano, participou da abertura de uma comunidade religiosa, em Pamplona, na Espanha. Foi em seguida, à Nigéria, onde foi diretor da Saint Joseph Technical, na cidade de Ado Ekiti, no estado de Ekiti. Voltou para Verona, na Itália, em 1972, quando foi eleito superior-geral da Congregação dos Pobres Servos da Divina Providência, sendo reeleito em 1978.

Regressou ao Brasil em 1984, quando, assumiu novamente a direção do Centro Social padre João Calábria em Porto Alegre. Foi eleito Bispo para a sede vacante da Diocese de Quixadá pelo Sumo Pontífice João Paulo II em 16 de março de 1988 recebendo a Ordem do Episcopado de Dom Cláudio Colling, então Arcebispo de Porto Alegre. Sua posse na Diocese foi em 29 de maio do mesmo ano.

Entre as benfeitorias realizadas enquanto Líder diocesano constam fundação do Hospital e Maternidade Jesus Maria José, idealização e construção do Santuário Nossa Senhora Imaculada Rainha do Sertão, tendo aberto caminho a facão até a referida localização do mesmo, iniciando a abertura da estrada em 1988 e colocado a pedra em 1993, o qual foi inaugurado em 11 de fevereiro de 1995, constando ainda a idealização e fundação da Faculdade Católica Rainha do Sertão. Em 3 de janeiro de 2007, com quase 77 anos, teve que abdicar o governo pastoral da Diocese de Quixadá. Renuncia essa, expedida e aceita pelo Papa Bento XVI.

Dom Adelio Tomasin marcou seu bispado com grande desempenho empreendedor, desenvolvendo iniciativas que contribuíram para o crescimento da região, potencializando as condições de crescimento e melhoria socioeconômica da população local. Foi o idealizador e fundador da Faculdade Católica Rainha do Sertão – A Católica de Quixadá, que se tornou promotora na transformação de Quixadá como uma cidade universitária. Foi também um grande articulador junto ao Governo do Estado e às Instituições educacionais do Ceará para a criação de campi ou postos avançados de Instituições públicas que propiciassem o crescimento da oferta de cursos superiores na cidade e região. Fundou e manteve por muitos anos uma grande escola de nível técnico, gerando oportunidade de formação de milhares de jovens residentes na região, principalmente os oriundos das camadas sociais mais necessitadas.

Foi este homem enviado por Deus que criou a Creche Rainha do Sertão que trabalha com crianças da periferia de Quixadá e também de um centro de recuperação para pessoas com dependentes de drogas.

adDom Adelio também foi o criador e o Chanceler da CISNE – Faculdade Tecnológica de Quixadá, que idealizou em conjunto com um grupo de empresários de Quixadá, buscando corroborar com o desenvolvimento do Sertão Central Cearense, bem como de complementar o trabalho profícuo de inclusão social pela via do acesso à formação profissional e transformação da realidade socioeconômica pessoal e familiar da população local e circunvizinha.

Atualmente ele preside a Fundação Quixadaense de Fomento, mantenedora do REMANSO DA PAZ – Casa de Acolhida São João Calábria, que abriga em regime semiaberto 40 idosos, para inúmeras atividades diárias.

Sem dúvida, Quixadá é outra cidade e quem realmente merece todos os créditos é Dom Adélio Tomasin.

A este homem de fé e de coragem, nosso povo só tem a agradecer por tantas benfeitorias e dedicação a este sertão. Obrigado Dom Adélio por tudo, que Deus lhe dê muitos anos e saúde para que continue sua linda missão.